SEU DESTAQUE

SEU DESTAQUE
A promoção continua. Peça seu combo! PIZZA GRANDE + REFERENTE DE 1 L, POR $29,99

19 de janeiro de 2018

Por Luzitânia: LIBERTA


Ela se levantou, se reergueu, desnudou o corpo e desanuviou a mente. Precisava daquele momento íntimo. Carecia daquela metamorfose, necessitava partir dali, de onde sempre se encontrou, daquele estado de inércia que a aprisionava há anos.
Ninguém a entendia e nem precisava entendê-la. Ela descobriu isso recentemente. Começaria a desbravar o mundo e se conhecer verdadeiramente, de modo inimaginável até então.
A possibilidade de desvendar a si mesma nunca havia sido tão gostosa e desafiadora. Mais que qualquer coisa, a vida passou a excitá-la. A vida passou a fazer sentido porque ela começou a se enxergar além daquele mundinho fétido, sujo e pequeno em que vivia.
Ela sentia... Ela sentia o vento bagunçar seus cabelos longos e pretos. Ela se via abrindo os braços para a liberdade e notava o corpo até mais leve... Ela... Ela cansou de chorar. Cansou e não queria mais. Não se submeteria novamente àquela situação enfraquecedora e que sempre a deixava de mãos e pés atados.
Ela sabia. Ela tinha certeza... A vida sorria pra ela. Muros estavam sendo destruídos, ovos quebrados, vidros estilhaçados e o sangue, o sangue que escorria dos seus pés frágeis ao pisar naquilo tudo a tornava mais resistente. O sorriso... O sorriso tímido em seus lábios, um misto de medo e imediatismo, saía como o sol por entre as nuvens após a tempestade.
Ela se desnudou da culpa, deixou o passado no passado e caminha sem se esconder dos olhares julgadores das pessoas. Decerto a algema tenta prendê-la de alguma forma ainda, entretanto ela está acordada e munida... Munida de amor próprio. Munida de amor pela vida! Ela conseguiu e mereceu se libertar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário